Artigo traz as vantagens de empreender junto a uma marca forte por meio do sistema de franquias

O CEO da Guia-se Negócios pela Internet José Rubens Oliva Rodrigues participou de uma publicação do site da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande – RJ sobre franquias. O artigo foi ao ar no dia 13 de fevereiro e trouxe as vantagens de investir em uma marca já estabelecida no mercado através do franchising. O texto de Adriana Araujo traz um case de sucesso e dicas do CEO que também é autor do livro “CheckList Minha Franquia”.

A autora cita o artigo “Como Funcionam as Franquias” do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para falar sobre as principais vantagens de quem vai iniciar um novo negócio através de franquias. Segundo o texto, a diminuição do risco e do tempo de retorno do investimento são alguns dos benefícios. Rodrigues explica que as franquias continuam em franca expansão no Brasil em todos os segmentos. Embora, seja possível destacar os setores de alimentação e serviços.

Rodrigues afirmou que não basta ter recursos para investir em uma franquia. É necessário ter perfil empreendedor também. “Algumas franquias exigem um perfil mais técnico enquanto outras precisam de um perfil mais comercial. No fundo, o que se busca é um perfil empreendedor, um profissional com atitudes empreendedoras”, explica.

O papel da franqueadora

O CEO, que também fundou a Guia-se, falou um pouco sobre o papel da franqueadora. “Além de promover a marca, um dos papéis da franqueadora é promover o conhecimento. É colaborar. Fazer com que aquela pessoa que está adquirindo a franquia tenha acesso às informações mais rapidamente do que se ela fosse abrir um negócio por conta”, esclarece. Rodrigues, que já foi diretor de Microfranquias da Associação Brasileira de Franchising (ABF), lembra é importante buscar uma franqueadora que seja associada à ABF. “O Selo de Excelência em Franchising, chancela que comprova que aquela franqueadora tem excelência no atendimento ao franqueado”, acrescentou.

Para Rodrigues, foi uma honra poder colaborar com a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande – RJ e discutir uma tema tão importante para o empreendedorismo brasileiro. “Em um época de crise econômica, o franchising apresentou números surpreendentes no país. Talvez, este modelo de negócio seja a saída de muitos novos empreendedores, jovens desempregados e até empresários experientes”, completou.