Vender mais durante a crise é um desafio

Vender mais na crise: um desafio para o pequeno empresário

A saída é fazer um balanço do negócio, adotar uma postura positiva e redescobrir como chegar ao seu público para vender mais

O cenário econômico atual não é dos mais favoráveis, principalmente, para o pequeno empresário. Queda nas atividades, alta da inflação, desemprego, crédito restrito e um dos maiores endividamentos já registrados. Cada vez que uma notícia traz uma má novidade sobre a economia do país, fica mais difícil encontrar uma saída para manter o negócio. Porém, acredite, se lamentar não é a solução! Mesmo sendo mais sensível à retração da economia, o pequeno empresário pode vender mais durante a “crise”.  Para isso, ele precisa ser criativo e cortar custos.

A principal recomendação aos microempresários é repensar todos os custos do seu negócio. A partir do gasto real, elabore um planejamento eficiente. Como as despesas precisam estar controladas e não há muita verba para investimento, procure novas ações para vender mais. Uma boa dica é utilizar as excelentes opções que o marketing digital oferece, como redes sociais, anúncios patrocinados, e-mail marketing e até aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, para divulgar os seus produtos para pessoas que moram na região do seu negócio. Lembre-se que é preciso pensar diferente, além do básico, para superar o momento.

Outra excelente opção para vender mais é fazer parcerias. Uma loja de roupas femininas, por exemplo, pode oferecer aos clientes descontos em um determinado salão de beleza; ou um salão de beleza que oferece aos clientes a comodidade de almoçar no local em parceria com algum restaurante próximo. Outro tipo de parceria que dá certo é unir-se a outros pequenos empresários do ramo para conseguir preços melhores com fornecedores. Quanto maior os pedidos de um determinado produto, mais baratos eles podem ficar –  com preço abaixo do mercado você vai conseguir vender mais. Parcerias através de indicações também são fundamentais!

Para quem está preocupado se vai conseguir superar o momento delicado, a melhor coisa é fazer bem feito o seu trabalho. Cumpra prazos e mantenha a qualidade. Fique também de olho no desempenho do negócio, nos preços cobrados, no nível do estoque e dê atenção redobrada aos colaboradores. E, se possível, entregue algo a mais aos seus clientes. Não existe nenhuma fórmula milagrosa para vender mais, apenas muito trabalho e paixão pelo seu negócio. Por isso, mantenha-se motivado e afaste-se de pessoas e notícias pessimistas. Mesmo com faturamento abaixo do esperado, não há desculpas para deixar-se abater. O ano de 2015 deve ser um período de ajustes e descobertas e quem dizer a diferença irá se destacar.

Saiba mais sobre como motivar sua equipe neste período. Clique aqui.